The news is by your side.

“Temi a morte” disse taxista após assalto em São Mateus

O taxista de 68 anos, que sofreu o assalto na madrugada deste domingo (29), na avenida Arlindo Sodré, atrás do cemitério, em São Mateus, e que ainda não terá sua identidade revelada para a sua segurança, disse a reportagem do São Mateus News, que temeu a morte na hora em que o assaltante apontou a faca em seu pescoço.

“Temi a morte” disse taxista após assalto em São Mateus 3

Ele ainda relatou, que devido a reação do bandido na hora em que foi ameaçado, a sua ação foi instantânea, em ter que se defender, do elemento, que o ameaçava a todo instante.

Disse ainda que a luta que teve com o bandido, foi bastante duradoura, pois na hora em que segurou as mãos do elemento, em todo o tempo em que queria furar ele com a faca, mas, segundo ele “Deus o ajudou a sair com vida”.

Ainda com os relatos, o taxista disse que após segurar a todo instante as duas mãos do bandido, ele conseguiu  puxar o mesmo para fora do seu veículo, saindo pelo lado do motorista, foi quando a luta ficou ainda pior, pois, do lado de fora a luta pela sobrevivência, foi constante, segundo ele, quando conseguiu se livrar do bandido, ambos correram de lado oposto.

O bandido segundo o taxista, correu em direção ao veículo, onde entrou e levou o seu táxi, mas antes, o bandido, em meio a luta, ainda conseguiu tirar do bolso da calça em que ele estava, o valor em dinheiro que ele tinha feito naquela noite.

Portanto, o taxista disse que mesmo com a sua deficiência, e também com escoriações devido a luta corporal que aconteceu no meio da rua, o profissional conseguiu correr, e, pediu ajuda aos seus colegas de trabalho, que imediatamente saíram em vários veículos a procura do seu táxi.

“Tive muito medo de morrer,” disse o taxista muito emocionado a reportagem do São Mateus News, pois não achava que poderia acontecer algo tão inesperado comigo, na hora, disse ele, não passou nenhum carro ou pessoa, pelo ao menos na Avenida João XXIII, próximo onde aconteceu o fato.

Por fim, ele agradece a todos os seu colegas e amigos de trabalho, que contribuíram para que seu veiculo fosse encontrado, e voltar ao trabalho.

você pode gostar também
Comentários
Loading...