Seu portal de Notícias do Norte

Prefeito Bolinha cumpre agenda na capital com integrantes do Governo Estadual

O prefeito Uelikson Boone, o Bolinha, esteve em Vitória na última quinta (17).

 

Em busca de melhorias para Vila Pavão, o prefeito Uelikson Boone, o Bolinha, cumpriu uma importante agenda com integrantes do governo do Estado, em Vitória, na última quinta-feira (17).

O chefe do Executivo pavoense estava acompanhado do secretário municipal de Agricultura, Gecimar Rodrigues, e dos vereadores João Trancoso e Juvenal Médici Ferreira, respectivamente, presidente e vice-presidente da Câmara Municipal.

O primeiro encontro do grupo aconteceu na Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), com o subsecretário de Integração e Desenvolvimento Regional, Paulo Menegueli, onde foi discutida a composição do Conselho de Desenvolvimento Regional Sustentável da Microrregião Noroeste, da qual o prefeito é o atual presidente.

Exploração do sal-gema

Um assunto importantíssimo discutido com o subsecretário Paulo Menegueli na Sedes, diz respeito às jazidas de sal-gema do Norte do Espírito Santo, que concentram a maior reserva do país e uma das maiores da América Latina.

Segundo o prefeito, o composto pode estar perto de ser explorado, depois que a Agência Nacional de Mineração revelou que as 11 áreas capixabas, localizadas em Conceição da Barra, Ecoporanga e Vila Pavão, podem ser leiloadas ainda em junho deste ano.

Descobertas há 40 anos, as áreas ficaram sob o poder da Petrobras por décadas, mas nunca foram aproveitadas. Com 12 bilhões de toneladas, as jazidas podem atrair novos investidores e desenvolver um polo sal-químico no Espírito Santo, gerando, ao longo de alguns anos, cerca de 15 mil empregos na região.

O sal-gema possui ampla utilização em vários processos químicos e industriais, por exemplo. É utilizado para suprir a carência de iodo das populações distantes do mar, na preparação de alimentos, como complemento na alimentação do gado e curtume de couro, entre outros.

Na indústria é utilizado como matéria-prima para obtenção de cloro, ácido clorídrico, soda cáustica, bicarbonato de sódio, nas indústrias de vidro, papel e celulose, produtos de higiene (sabões, detergentes, pasta dental), produtos farmacêuticos, tintas, inseticidas, cola, fertilizantes, corretivos de solos, cosméticos, nas indústrias de porcelana, borracha sintética, no tratamento de óleos vegetais, têxteis, na indústria bélica e outras. É utilizado também no tratamento de água e purificação de gases.

“Temos informação que várias grandes empresas irão participar do leilão que concederá o direito de exploração do produto. Então, estamos empenhados, discutindo, buscando informações e nos antecipando para que, quando isso acontecer, possamos viabilizar a extração do produto no nosso município e, assim, gerar emprego, renda e desenvolvimento para a população“, disse.

Lei de Incentivo Fiscal

Se antecipando ao ciclo de desenvolvimento que está por vir, Bolinha discutiu com o subsecretário a criação de uma lei de incentivo fiscal no município de Vila Pavão. “Nosso município ainda não pode oferecer nenhum incentivo para atrair empresas, por que não existem mecanismos legais para isto. Para tornar nossa cidade atraente, estamos fazendo um estudo de acordo com a nossa realidade a fim de criar uma lei de incentivo fiscal, bem como inseri-la no Sistema Simplifica do Governo do Estado, com a finalidade de diminuir a burocracia para instalação de empresas em nosso solo“, pontuou.

Área do Polo Industrial

Foi discutido, também na Sedes, a legalização da documentação de doação da área do Polo Industrial para o município de Vila Pavão.

Agenda na Seag

Em reunião na Secretaria de Estado da Agricultura (Seag), com o secretário da pasta, Paulo Foletto e o sub-secretário Rodrigo Vaccari, foram discutidas várias demandas do município, como: calçamento rural, que num primeiro momento beneficiará as localidades de Agrovila e Conceição do XV (Cascudo), cujas obras estão em andamento; renovação da frota municipal (máquinas pesadas, caminhões, caçambas), visando melhorar o atendimento aos produtores rurais; confecção de pontes com vigas pré-moldadas no interior, mais especificamente no Córrego da Peneira e Beira Rio São Gonçalo; incentivo à piscicultura, entre outras atividades, para fortalecer a permanência do homem no meio rural.

Barragem do Córrego Socorro

Ainda na Seag, foram acertados os detalhes para a finalização da barragem do Córrego Socorro, cuja expectativa de inauguração é dentro de, no máximo, 90 dias.

Solução para o problema da má qualidade da água distribuída pela Cesan

Outra agenda do prefeito na viagem a Vitória que merece destaque foi na Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan). “Em conversa com o gerente de interior da empresa, pessoa responsável por toda a logística nos municípios, expusemos a problemática e cobramos solução para a má qualidade da água  distribuída na cidade, o que vem gerando uma grande insatisfação por parte da população. Dos representantes da empresa, obtivemos o compromisso de ter uma solução final para o problema, num curto espaço de tempo“, informou.

Outro assunto discutido na Cesan, diz respeito à barragem do Córrego Socorro. Bolinha solicitou urgência na transferência do ponto de captação de água bruta. Essa providência é necessária para que o município possa intervir com a limpeza da área a ser inundada para, assim, a represa entrar em operação, após a sua conclusão.

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe