Seu portal de Notícias do Norte

Polícia Civil encaminha mais de uma tonelada de drogas para incineração

Uma cerimônia de exposição do material apreendido foi realizada nesta quinta-feira – Foto PCES

 

A Polícia Civil, por meio do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc), encaminhou, nesta sexta-feira (25), mais de uma tonelada de entorpecentes para destruição e incineração em uma siderúrgica, fazendo alusão ao Dia Internacional de Combate às Drogas, que está inserido na Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas (que acontece na quarta semana do mês de junho). Na ação, também foram selecionadas 14 pistolas e um revólver, sendo que parte será encaminhada para a destruição e outros entrarão em um processo para serem usados pelos policiais.

Nessa quinta-feira (24), foi realizada uma cerimônia de exposição do material apreendido. Os entorpecentes foram apreendidos na Região Metropolitana da Grande Vitória, nos últimos 60 dias e, entre os maiores volumes, está a maconha, seguido de cocaína, crack, loló e ecstasy. O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho, elogiou o trabalho das forças de segurança e ressaltou a importância das apreensões.

“Essa pilha de drogas só é apreendida por que tem o esforço lá na ponta dos nossos agentes de segurança, empenhados em retirar de circulação essas drogas que fazem tanto mal para pais, para mães, para famílias, que se desagregam. As drogas são responsáveis por 80% dos homicídios cometidos no Brasil e nosso Estado. Então, temos a obrigação de continuar trabalhando em cima de homicidas e traficantes para retirar essas drogas de circulação”, disse o secretário.

 

 

A Semana Nacional de Políticas Sobre Drogas foi criada em 2019, a partir da inclusão do artigo 19-A, na Lei de Drogas nº 11.343/2006, no Brasil. O Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas – celebrado todo ano em 26 de junho – se dá como expressão de sua determinação em fortalecer a ação e a cooperação para alcançar a meta de uma sociedade internacional livre do abuso das drogas.

“Estamos na Semana Nacional Antidrogas, então, a incineração é um ato simbólico para mostrar à sociedade que estamos trabalhando firme para a redução da oferta da droga, para que ela cada vez mais diminua sua entrada e cada vez mais o traficante tenha menos poder financeiro para marcar essas vidas todas. Pois, como o tráfico de drogas está ligado diretamente com casos de homicídios, esse trabalho é extremamente importante”, ressaltou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

De acordo com chefe do Denarc, delegado Tarcísio Otoni, as drogas apreendidas seriam destinadas ao consumo final e, o trabalho de inteligência, mirando grandes traficantes, atacadistas e destruidores, resultou em um trabalho de inteligência importante, no combate ao tráfico de drogas.

“O Denarc exerce esse tipo de papel, junto das demais polícias, fazendo redução da oferta das drogas, trabalhando para que a sociedade seja mais livre desses entorpecentes e que menos crimes violentos ocorram em razão dessa disputa sangrenta”, destacou o delegado.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, falou sobre a importância da integração das forças de segurança. “Este é o resultado das ações das forças de segurança públicas estaduais e federais. No caso da Polícia Militar, nós fazemos as apreensões na nossa rotina de policiamento ostensivo e nas nossas operações, como a Sentinela, em áreas conflagradas, como o Bairro da Penha, onde o número de apreensões é muito alto”, afirmou o comandante.

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe