Seu portal de Notícias do Norte

PCES e PMES prendem suspeitos de envolvimento em morte de ativista político em Linhares

Uma diligência conjunta realizada pela equipe da Delegacia Regional de Linhares e por policiais militares do 7º Batalhão, de Cariacica, culminou na prisão de dois irmãos gêmeos, de 45 anos, suspeitos de envolvimento na morte do ativista político Jonas Soprani, morto a tiros no dia 23 de junho, em Linhares, norte do Estado. As prisões ocorreram nesta terça-feira (20), no bairro Vila Prudêncio, em Cariacica, onde os suspeitos moram.

PCES e PMES prendem suspeitos de envolvimento em morte de ativista político em Linhares

As investigações são conduzidas pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Linhares, que iniciou as diligências assim que tomou conhecimento do fato. “A vítima chegou a ser socorrida e conversou com os policiais militares que atenderam a ocorrência. Depois, durante as investigações, obtivemos imagens de videomonitoramento que ajudaram a identificar o veículo usado no crime. Descobrimos que este carro pertence a um dos suspeitos presos hoje”, afirmou o titular da Delegacia Regional de Linhares, delegado Fabrício Lucindo.

Com a identificação dos suspeitos, a Polícia Civil (PCES) representou pela prisão temporária dos irmãos, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Na manhã desta terça-feira (20), policiais civis de Linhares se dirigiram até Cariacica, onde tiveram apoio da Polícia Militar (PCES) para localizar os endereços dos suspeitos e efetuar as prisões.

A equipe conjunta também cumpriu mandados de busca e apreensão nas residências e, em uma delas, encontrou o carro usado no crime. Segundo o delegado, não há dúvidas de que os dois suspeitos detidos nesta terça-feira (20) atuaram como executores do homicídio.

“Eles já moraram em Linhares e, atualmente, residem em Cariacica, de modo que é rotineiro circularem entre os dois municípios. Temos a comprovação de que ambos estavam em Linhares no dia do crime e pegaram a estrada logo após o homicídio. Um dos investigados já tem passagem por outro homicídio cometido também em Linhares”, explicou Lucindo.

Os detidos foram levados para a Delegacia Regional de Linhares. As investigações prosseguem, com o objetivo de esclarecer a motivação para o crime e, ainda, identificar se existem outros envolvidos.

 

Texto: Camila Ferreira

 

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe