Seu portal de Notícias do Norte

Oposição e Ministério Público pedem que Jaiminho seja impugnado em Ponto Belo

A chapa “acredito na força do bem” que tem Roze (PDT) como candidata a prefeita e o Ministério Público do Espírito Santo pediram que o candidato Jaiminho (PSB) seja impugnado pela Justiça Eleitoral.
Oposição e Ministério Público pedem que Jaiminho seja impugnado em Ponto Belo
Jaiminho PSB/ Foto: google
O principal argumento é que o candidato estaria inelegível porque teve as contas rejeitas pela Câmara Municipal da cidade em 2011, período em que foi prefeito de Ponto Belo, extremo norte do Estado.
O documento afirma que a rejeição das contas de Jaiminho na época, se deu com base num entendimento do Ministério Público de Contas do Estado que afirmou que a conduta do hoje candidato “atentaram contra o patrimônio público”.
Os pedidos de impugnação também citam uma decisão recente do Tribunal de Contas do Espírito Santo, datada em 17/07/2020, em que Jaiminho foi condenado “em razão do cometimento de irregularidades, que causaram dano injustificado ao erário, na quantia de R$ 228.533,86”.
Para a chapa de oposição e para o Ministério do Público não há dúvidas de que Jaiminho estaria com uma “patente inelegibilidade”, que pode resultar no indeferimento do pedido de registro de sua candidatura.
A Justiça Eleitoral deu um prazo de 07 dias a contar a partir de 05 de outubro para que o candidato Jaiminho se manifeste nos autos do processo, sobre os pedidos de impugnação que pesam contra ele.
Nós tentamos contato com o candidato mas até a publicação da matéria não obtivemos retorno.
Por: Natanael Cordeiro
Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe