Seu portal de Notícias do Norte

Operação Resguardo: operação de combate à violência contra a mulher realizou 514 prisões de homens autores de violência

A Operação Resguardo foi a maior ação do Brasil com o foco no combate a crimes de violência contra a mulher

 

Ao todo, 514 homens foram presos no Espírito Santo durante a Operação Resguardo, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP). No Espírito Santo, a ação é coordenada pela Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Div-Deam). A operação foi iniciada no dia 01 de janeiro e encerrada na segunda-feira (08), Dia Internacional da Mulher.

A Operação Resguardo foi a maior ação do Brasil com o foco no combate a crimes de violência contra a mulher e realizada de maneira simultânea. Em todo o território nacional foram detidos cerca de 10 mil agressores.

“Essa operação foi finalizada no dia 08 de março e resultou na prisão de 514 homens autores de violência contra mulher no Estado do Espírito Santo. Enquanto nós tivermos essa cultura machista que leva homens a praticarem crimes contra mulher, nós temos muita luta ainda”, destacou a delegada-chefe da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (Div-Deam), Cláudia Dematté.

A delegada afirmou ainda que é preciso que a sociedade entenda que o combate à violência contra a mulher não é uma luta só das mulheres, e sim, da sociedade como um todo. “Precisamos desconstruir esses valores machistas, ainda existentes na sociedade, que levam homens a praticarem atos absurdos, inaceitáveis, de violência contra mulher”, disse.

Dados: 

A operação integrada teve início no dia 1º de janeiro de 2021 em todo o Brasil. Desde então, a Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, por meio da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, já apurou mais de 427 denúncias oriundas do Disque-Denúncia 181, e do Disque 180, também foram instaurados mais de 1.728 inquéritos policiais e, relatados mais de 1.146 Inquéritos policiais.

Ainda de acordo com a delegada Cláudia Dematté, foram cumpridos mais de 100 mandados de prisão, e mais de 36 mandados de busca e apreensão. E cinco armas foram apreendidas.

Um importante número apontado pela delegada é de que foram realizados atendimentos a mais de 3.302 mulheres vítimas de violência e mais de 411 homens autores de violência contra a mulher presos em flagrante.

Durante toda a Operação, foram cumpridas inúmeras medidas cautelares/solicitadas medidas protetivas/mandados, em 39 municípios do Estado, sob a coordenação da delegada Cláudia Dematté, tendo contado com a participação de todas as Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher do Estado. Também participaram todas as Superintendências do Interior do Estado, a Superintendência Interestadual de Captura (Supic), e várias Delegacias da Superintendência de Polícia Especializada, como a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), Delegacia de Costumes e Diversões (Decodi) e Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso (Depi).

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe