O ‘Louco’ Abreu não quer perder seu recorde e assina com o seu número 28; O atacante uruguaio Sebastian ‘Loco’ Abreu assinado há 42 anos pelo Rio Branco Brasil, o clube 28 de sua carreira, estendendo-se um caminho que já lhe rendeu o recorde do Guinness no ano passado como o jogador com o maior número de contratações.

O 'Louco' Abreu não quer perder seu recorde e assina com o seu número 28
O ‘Louco’ Abreu não quer perder seu recorde e assina com o seu número 28

Depois de passar equipes como Botafogo, onde se tornou um ídolo da torcida, ou Figueirense, o retorno do ‘Loco’ ao Brasil para se juntar ao clube Vitoria (cerca de 500 km ao norte do Rio de Janeiro) na luta pela o próximo campeonato estadual do Espírito Santo.

À chegada de Louco ao Rio Branco, recém-voltado à primeira divisão do campeonato Estadual sem participação no Brasileirão.

Até agora, o último time de Abreu tinha sido o Magallanes do Chileno Primera B, para o qual ele assinou no final de junho, adicionando o 27º clube à sua longa carreira.

Meses antes, o ‘Loco’ havia sido reconhecido em Santiago com o recorde do Guinness como o jogador com o maior número de contratações da história, após seu salto para o Audax italiano. Com essa transferência, Abreu ultrapassou o recorde de 25 clubes que dividiu com o alemão Lutz Pfannenstiel.

Abreu, lembrado pelos uruguaios por ter “picado” a bola na disputa de pênaltis contra Gana na Copa do Mundo de 2010, estreou em 1994 no Defensor Sporting de seu país.

De lá, ele começou uma carreira como um globetrotter que liderou equipes como River Plate e San Lorenzo, da Argentina, Deportivo de La Coruña da Espanha, Tigres de Mexico, Beitar Jerusalém, Aris Thessaloniki da Grécia, Santa Tecla em El Salvador ou Botafogo, onde seu desembarque causou uma verdadeira revolução em 2010.

Deixe aqui sua opinião: