Dia da Saúde
Dia Mundial da Saúde: Investimentos garantem melhor atendimento à população
No dia 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde
08/04/2019 09h11
Por: Redação

No dia 7 de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde, e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) aproveita a data para apresentar alguns dos principais investimentos realizados na rede de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) para garantir maior humanização no atendimento à população no Espírito Santo.

Atualmente, a Rede Pública Hospitalar do Estado conta com 17 hospitais, quatro unidades da Rede Cuidar, 10 unidades da Farmácia Cidadã Estadual, além do Hemocentro do Espírito Santo e unidades de coleta e outros serviços prestados à população.

 

Hospital Estadual Central

Em fevereiro deste ano, o Hospital Estadual Central Benício Tavares Pereira (HEC), gerenciado pela Associação Congregação de Santa Catarina (ACSC), adquiriu um novo equipamento para o setor de hemodinâmica. Com um investimento de R$ 2.622.000,00, agora a instituição possui a tecnologia mais moderna do Estado e pode realizar exames específicos com mais segurança para o paciente. O sistema de raio-x Allura Xper FD20 é um aparelho para procedimentos neurovasculares e vasculares periféricos.

Com a novidade, o HEC, que é referência em atendimento a acidente vascular cerebral (AVC), garante mais segurança e qualidade no diagnóstico e no processo de intervenção ao paciente. Esse é um aparelho capaz de fazer reconstruções tridimensionais, tomografias e angiotomografias durante o procedimento, proporcionando um melhor resultado técnico. Além disso, a exposição do paciente e da equipe técnica e médica à radiação é menor.

A instituição está aguardando a chegada de mais um equipamento que proporcionará melhorias. Por ser um hospital cirúrgico de média e alta complexidade, a Central de Material Esterilizado (CME) é um setor essencial para a preparação de procedimentos e também após a realização deles, por isso, o HEC adquiriu uma nova máquina para esterilizar materiais e artigos médico-hospitalares, com um investimento de R$ 454.000,00. Esse aparelho é mais moderno e nele será possível fazer todo o processamento do material para a cirurgia de forma mais ágil e segura, além de possuir capacidade maior para preparar os itens.

 

Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves

Em 2018, o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, investiu aproximadamente R$ 4 milhões em equipamentos. Ao todo, foram adquiridos 759 itens. Entre os meses de novembro até o último mês de março, o valor dos itens adquiridos foi de R$ 660.585,34 na compra de aparelho de anestesia, cadeiras de rodas com capacidade de 120 a 160 quilos, bomba tira-leite, colchões pneumáticos, oxímetro de pulso transportável, marcapasso externo unicameral. Também foi adquirido um monitor multiparamétrico.

Além da aquisição dos equipamentos, durante toda a semana a unidade hospitalar realizou uma série de ações para oferecer aos pacientes, acompanhantes, visitantes e funcionários do local informações sobre a necessidade de cuidados e prevenção. Foram realizados a captação de voluntários para doação de sangue, aferição da pressão arterial, aferição de glicemia, oferecidos dicas de nutrição, além da realização de ginástica e alongamento. Todas as ações foram realizadas por enfermeiros, educadores físicos, fisioterapeutas e odontólogos.

 

Hospital Estadual de Urgência e Emergência

Referência no atendimento de traumas, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), adquiriu, em 2018, equipamentos para melhorar a qualidade no atendimento, como mais uma ambulância para o transporte de pacientes para a realização de exames externos.

Também foram adquiridos um bisturi elétrico micromotor, que passou a ser utilizado em procedimentos bucomaxilofaciais e um arco-cirúrgico, que já está em uso pela equipe da ortopedia e neurocirurgia.

Além da compra dos equipamentos, o hospital também investe em projetos de assistência para os pacientes e acompanhantes, como o projeto Assistência Compartilhada, que oferece orientações dirigidas aos acompanhantes e familiares sobre como cuidar do paciente após a alta hospitalar. São ensinadas a melhor forma de fazer um curativo, cuidados com a alimentação, medicação entre outras orientações.

Também foi implantada a visita multidisciplinar da ortopedia. O projeto envolve uma equipe de diferentes competências e acontece uma vês por semana à beira leito.

 

Himaba

Gerenciado desde 2017 pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH), o Hospital Estadual Infantil e Maternidade de Vila Velha (Himaba) realizou uma série de ajustes no atendimento e investimentos para humanizar o acolhimentos aos usuários da unidade hospitalar.

Entre as medidas adotadas está a revitalização do pronto-socorro, com a abertura 24 horas por dia, sete dias por semana. Além disso, também foram realizadas melhorias estruturais, pintura na unidade, ampliação da oferta de consultas no ambulatório e admissão da maternidade 24 horas por dia, com atendimento exclusivo para gestantes.

Há um ano, o Himaba também passou a realizar atendimento para pacientes psiquiátricos com a criação da primeira Unidade de Saúde Mental Pediátrica.

Recentemente, a unidade passou a utilizar um Raio-X digital, que oferece maior precisão nos diagnósticos de fratura.

 

Rede Cuidar

A Rede Cuidar já está presente em quatro regiões do Espírito Santo (Nova Venécia, Linhares, Santa Teresa e Guaçuí). Gerenciadas por consórcios, as unidades atendem a uma população de aproximadamente 1.108.377 pessoas de 46 municípios do Estado.

Com a implantação das unidades, a população passou a contar com um atendimento mais próximo de casa, foi beneficiada com a ampliação da oferta de consultas e exames no mesmo local, é avaliado de forma completa, com atendimento personalizado de acordo com a sua necessidade após a criação de um plano de cuidado individual.

No início da gestão, o governador Renato Casagrande visitou a unidade em Nova Venécia com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Medeiros.

Na ocasião, Casagrande conversou com usuários da unidade e destacou que é importante melhorar a estrutura de atendimento regionalizado que já existe.

Na ocasião, o secretário falou que a experiência dos consórcios em todo Brasil é muito positiva, e destacou que é importante começar a pensar em avanços.

 

Farmácia Cidadã Estadual

A Assistência Farmacêutica apresenta-se como uma área estratégica para os sistemas de saúde, na medida em que o medicamento representa uma das principais ferramentas de intervenção sobre grande parte das doenças e agravos que acometem a população.

O Projeto Farmácia Cidadã surgiu da necessidade de ampliar o acesso aos medicamentos e de aprimorar a qualidade dos serviços ofertados aos usuários de medicamentos de alto custo do Estado, pois as condições das farmácias antigas eram deficientes.

Atualmente a Farmácia Cidadã Estadual está presente em 10 municípios do Espírito Santo, e oferece 333 medicamentos de alta complexidade para tratamento de doenças crônicas e de longo prazo.

Nas unidades, os medicamentos mais procurados são para o tratamento de artrite reumatóide (azatioprina, metotrexato), glaucoma (timolol, latanoprosta, dorzolamida), esquizofrenia (quetiapina, olanzapina, ziprasidona), alzheimer (Donepezil, rivastigmina), dislipidemia (atorvastatina, fenofibrato), asma (formoterol, budesonida), diabetes (Insulina Glargina), dor crônica (tramadol, gabapentina), entre outros.

Somente em 2018, foram realizados aproximadamente 900 mil atendimentos nas unidades. Essa quantidade de atendimentos, de acordo com a gerente de Assistência Farmacêutica, Gabrieli Fernandes, está crescendo nos últimos anos. Em 2016 foram realizados 752 mil atendimentos, e em 2017, aproximadamente 829 mil pessoas foram atendidas nas farmácias em todo Espírito Santo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas