The news is by your side.

Homem quebra viatura policial, e ainda oferece propina para libera-lo, em Conceição da Barra

Segundo os militares em BU, o homem estava muito agressivo e não aceitava ser medicado no hospital.

No final da noite desta segunda-feira (10) militares após solicitação via 190, se deslocaram até o Hospital Municipal de Conceição da Barra, no norte do Espirito Santo, onde encontraram a seguinte situação.

Um homem identificado como G.S.B., de 27 anos, havia sido encaminhado a unidade Hospitalar a fim de receber atendimento médico, devido ter sofrido um ataque epiléptico.

Quando os militares chegaram, o homem, G.S.B., se encontrava saindo do Hospital, completamente alterado e, os militares foram informados pelos funcionários do hospital que o mesmo, havia quebrado o para-brisa traseiro do automóvel Renaut Logan Branco, utilizado pela Secretaria Municipal de Saúde, e ainda tentou agredir o motorista.

Segundo relatos os miltares abordaram  o acusado, e logo solicitaram atendimento médico-hospitalar para o conduzido.

Segundo ainda com as informações em BU, quando o acusado paciente tentava receber uma injeção, o mesmo tornou a se exaltar, quase quebrando a seringa que era usada para aplicar a medicação, pelos enfermeiros da unidade hospitalar.

Após a tentativa de acalma-lo através de medicação, e por se recusar o atendimento e causar risco aos profissionais daquela unidade, os militares com segurança, trouxeram o mesmo para o colocar na viatura dentro do compartimento de segurança.

Ainda segundo os militares quando um dos PMs aproximava a viatura para fazer o procedimento, o acusado paciente, começou a gritar dizendo que não entraria na viatura, quando resistia se debatendo e esperneando, tentando chutar os PMs, mesmo deu um golpe com a sua cabeça no para-brisa traseiro da RP, vindo a quebrar por inteiro o vidro da viatura.

Na tentativa de conte-lo, um dos militares segurava a chave da viatura, que caiu e veio a danificar. No trajeto, o acusado por diversas vezes, tentou abrir a maçaneta da porta traseira, para tentar sair, mas mesmo em meia a dificuldade, e após o acusado ter danificado o patrimônio público, o mesmo, foi conduzido no banco de trás da viatura, pois haviam diversos pedaços de vidros espalhados no compartimento de segurança.

Portanto, os militares, pediram apoio ao CCO de São Mateus, que enviou outros militares. Ao chegarem no local, os militares deram apoio conduzindo o acusado G.S.B., até à 18ª Delegacia Regional do Município de São Mateus.

Durante o trajeto para a delegacia, os militares, alegaram que o acusado, foi chutando o compartimento de segurança da viatura todo o tempo, contudo notaram um amassado no interior do cofre.

Segundo os militares que traziam o acusado, relataram, que, G.S.B., ofereceu a quantia de R$100,00 (cem reais) para cada militar, caso fosse liberado.

Entretanto, um parente do acusado, que se identificou como B.C.B., e disse ser tio do mesmo e acompanhou ate a delegacia, onde sera tonado as nedidas cabiveis junto ao delegado.

 

você pode gostar também
Comentários
Loading...