Seu portal de Notícias do Norte

Governo do Estado apresenta dados do Inquérito Sorológico Escolar

O gerente de Vigilância da Secretaria da Saúde (Sesa), Orlei Cardoso e a médica infectologista, Cristiana Costa Gomes, durante coletiva

 

Os dados epidemiológicos do Inquérito Sorológico Escolar foram apresentados na manhã dessa segunda-feira (21), em coletiva on-line realizada pelo gerente de Vigilância da Secretaria da Saúde (Sesa), Orlei Cardoso e da médica infectologista, Cristiana Costa Gomes. O levantamento faz parte das estratégias de enfrentamento e monitoramento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“Com essa estratégia, buscamos entender melhor e ter mais informações sobre a situação da Covid-19, principalmente, a circulação do vírus na comunidade escolar. O que poderá favorecer enquanto vigilância na elaboração de protocolos e entender como fazer o enfrentamento em cada público”, destacou Orlei Cardoso.

O Inquérito Sorológico Escolar tem o objetivo de estimar a prevalência de estudantes e trabalhadores (professores e profissionais de apoio) da rede estadual, municipal e privada de Ensino Fundamental e Médio do Espírito Santo infectados pela Covid-19.

Com os testes realizados, proporcionou ao estudo apontar uma prevalência de 11,1% da população estudantil infectada e de 7,8% entre os trabalhadores. A prevalência na Grande Vitória e no interior do Estado da população estudantil infectada foi de 11,3% e 10,7%, respectivamente. Já entre os trabalhadores, a prevalência na Grande Vitória e no interior do Estado foram de 8% e 7,4% respectivamente.

“Esse estudo identifica o passado, são estudantes e trabalhadores que no período anterior à pesquisa tiveram contato com a Covid-19. Ressaltamos que o inquérito foi realizado durante todo mês de outubro, então algumas escolas tinham uma semana ou duas semanas de abertura, e muitas estavam fechadas. Estamos olhando para o que aconteceu pré-abertura das escolas”, informou a infectologista Cristiana Costa Gomes.

Para acompanhar a coletiva, clique aqui. A apresentação com os dados está disponível neste link.

 

Perfil Inquérito Sorológico Escolar

O perfil dos alunos infectados pela Covid-19 no Espírito Santo é composto, em sua maioria, por crianças de 07 a 14 anos (35,7%), do sexo feminino (53,5%), pretas ou pardas (70,9%), do Ensino Fundamental I (45,9%), de escolas municipais (57,4%).

O estudo mostra também que dos estudantes positivos, 37,9% foram sintomáticos, tendo cefaleia (61,2%), congestão nasal (32,6%) e tosse (32,6%) como os principais sintomas.

Em relação às características sociodemográficas dos estudantes, destacam-se como fatores que se relacionaram à positividade, o número de pessoas que coabitavam no mesmo domicílio, com 40,6% dos positivos morando com cinco ou mais pessoas, e o uso regular do transporte público, com 41,2% dos positivos que faziam uso regular.

O perfil dos trabalhadores, como professores e profissionais de apoio, das Redes Estadual, municipais e privada, é formado por mulheres (73%), de 41 a 50 anos (33,8%), pretas ou pardas (62,8%), não docentes (51%), da rede municipal (47,4%).

Dos profissionais positivados, 65,1% foram sintomáticos, tendo cefaleia (55,1%), ageusia (53,5%) e anosmia (51%) como principais sintomas.

Já em relação às características sociodemográficas dos profissionais, o uso regular do transporte público (45,4%fizeram uso) foi um fator que se relacionou à positividade.

 

Inquérito Sorológico Escolar

O Inquérito Sorológico Escolar, com dados amostrais da comunidade escolar capixaba, foi realizado em 13 municípios do Estado que trazem a representação populacional capixaba. São eles: Afonso Cláudio, Alegre, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Linhares, Marataízes, Nova Venécia, Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Serra, Vila Velha e Vitória.

Entre os municípios, 76 instituições de ensino, entre escolas particulares, estaduais e municipais foram sorteadas. Foram realizadas as coletas em 3.062 estudantes e 3.922 profissionais.

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe