The news is by your side.

Exportações do agronegócio capixaba crescem 42% no segundo trimestre de 2019

EXPORTAÇÕES do agronegócio capixaba tiveram crescimento.

 

Depois de dois trimestres seguidos de queda, as exportações do agronegócio capixaba cresceram. Conforme dados do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), o Estado apresentou crescimento de 42,1%, no segundo trimestre de 2019 em comparação ao trimestre anterior.

O setor que mais contribuiu para o crescimento das exportações foi o de celulose, representando 37,2% das vendas externas do Espírito Santo. As exportações de grãos de café e café solúvel também influenciaram o crescimento.

Segundo o subsecretário de aquicultura, pesca e desenvolvimento rural sustentável, Michel Tesch Simon, a celulose produzida no Estado é o produto do agronegócio capixaba que tem o maior valor de negociação no exterior.

“O Estado negociou 920 milhões de dólares para o mercado externo em 2018 e a produção de celulose foi líder nas exportações do agronegócio. Ela movimenta positivamente a economia e é fonte de renda de muitas famílias”, destacou.

Dados da plataforma Comex Stat, do Governo Federal, apontam que, além da celulose, o café exportou 482 milhões de dólares e a pimenta-do-reino, 80 milhões, ficando respectivamente em 2º e 3º lugar no ranking de exportações do agronegócio capixaba em 2018.

você pode gostar também
Comentários
Loading...