The news is by your side.

Especialista das Nações Unidas orienta estruturação de programas do Governo

Servidores da Subsecretaria de Planejamento e Projetos, da Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP), participaram, nesta terça-feira (28), de uma reunião técnica para receber instruções para a estruturação de projetos prioritários em programas do Governo do Estado, no período 2019-2022. A iniciativa tem como objetivo ampliar os benefícios à população.
O treinamento foi ministrado pelo doutor em Administração, master em Gerenciamento de Projetos e assessor de práticas de gerenciamento de projetos do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops), Farhad Abdollahyan. O especialista deu sequência ao processo de elaboração do Planejamento Estratégico do Governo para a atual gestão.
Concluído em maio deste ano, o Planejamento Estratégico teve início em janeiro deste ano, sob a coordenação da SEP, e resultou na definição de uma carteira de 223 projetos prioritários.
Abdollahyan veio ao Espírito Santo pela segunda vez. Na primeira, em 2014, auxiliou o governo na elaboração do programa de reconstrução do Estado após as fortes chuvas registradas em 2013, que causaram destruição e mortes. Esse programa foi vencedor do Prêmio Projeto Mais Inovador do Brasil, concedido pela Revista Mundo PM.
“Já conhecia a competência do governo capixaba em gestão de projetos. Agora vejo que a administração estadual quer trabalhar com programas. Quando se trabalha com projetos se foca nas entregas. Mas quando se faz política pública é preciso ir além e pensar em qual será o impacto daquele projeto na população, seja ele uma obra de infraestrutura, um hospital, por exemplo”, explicou Abdollahyan, que viaja nesta quarta-feira (29) para Niger, na África, onde realiza, pela Unops, um programa de desenvolvimento.
O especialista explicou que os 223 projetos prioritários do Governo do Estado têm que ser agrupados em programas para ganhar sinergia e eficácia. “Hoje, na forma em que estão organizados, são voltados para a eficiência. Agora a gente quer ir além. Há uma demanda para trabalharmos com gestão de programas, o que deve gerar um benefício maior para a sociedade”, garantiu.

O consultor disse ainda que o governo capixaba já foi inovador ao implantar, na década passada, seu Escritório de Gestão de Projetos. “Hoje, o Estado está à frente de muitos outros no País, sendo um dos primeiros nessa área. Agora, quer avançar em qualidade, passando de projetos para programas”, explicou.

A subsecretária de Planejamento e Projetos da SEP, Joseane Zoghbi, disse que há uma determinação do governador Renato Casagrande para que sejam criados mais programas de Governo. “Vamos ampliar a metodologia, com inserção de quadros lógicos para cada programa, aferindo não apenas a entrega a ser realizada, mas qual o resultado a ser gerado. Vamos implantar um painel de indicadores estratégicos para que possamos aferir se o governo está atingindo resultados e, dessa forma, levando mais benefícios à população”, explicou.
você pode gostar também
Comentários
Loading...