Seu portal de Notícias do Norte

Covid-19: quase 70% dos infectados no ES são considerados curados

De acordo com o Painel Covid-19, são 70.609 casos confirmados da doença no Estado e 49.036 pessoas curadas. Cariacica tem o índice mais baixo de pacientes livres do vírus

Covid-19: quase 70% dos infectados no ES são considerados curados.

Com 49.036 pacientes considerados curados do novo coronavírus apontados pela atualização desde domingo (19) do Painel Covid-19, ferramenta da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), o Espírito Santo registrou um percentual de cura de 69,44%. São 70.609 casos confirmados da doença no Estado.

De acordo com o painel, entre os cinco municípios com mais casos, Vitória possui o percentual mais alto de pacientes curados. São 9.867 casos notificados e 8.588 pessoas livres da Covid-19, o que representa 87,03% de cura. A Serra é a segunda cidade com o maior índice. São 9.767 casos confirmados e 8.054 pacientes curados, um percentual de 82,46%.

Vila Velha, que tem 10.938 cidadãos infectados pelo coronavírus, o maior número de casos no Espírito Santo, possui 82,07% de pacientes curados. O número é de 8.977 pessoas consideradas livres da doença. Linhares, primeira cidade do interior do Estado na lista, possui 3.637 casos e 2.544 curados, ou seja, 69,94%.

Já Cariacica possui o menor percentual de cura dentre os cinco municípios com mais casos. O painel aponta que foram notificados 7.862 casos da doença na cidade e 2.610 pessoas foram curadas, um percentual de apenas 33,19%.

A partir desta semana, o Governo do Estado dará incídio à segunda fase do Inquérito Sorológico, que tem como objetivo identificar na população a presença de anticorpos contra o coronavírus. Até o momento, segundo os dados observados durante a primeira fase, 386.193 pessoas já tiveram algum tipo de contato com o vírus no Espírito Santo.

A primeira fase do inquérito teve quatro etapas e foi realizada em 19 cidades do Estado. Já a segunda fase será realizada nos 13 maiores municípios do Espírito Santo.

ESTADO VAI INVESTIGAR REINFECÇÃO

O secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes, informou durante coletiva de imprensa no último dia 10 que um aumento na capacidade de testagem pelo Laboratório Central (Lacen) vai possibilitar ao governo investigar casos de reinfecção do novo coronavírus no Espírito Santo.

Segundo o secretário, existem pessoas que já apresentaram sintomas característicos de uma nova infecção, mas isso só poderá ser comprovao através das investigações laboratoriais.

“”É possível que já tenha algumas expressões de pessoas que apresentem aumento no IGM ou sintomatologia característica de uma nova infecção. E a capacidade que o Estado tem para investigar estará incrementada pela realização destes novos testes”, disse.

 

Gazetaonline

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe