Seu portal de Notícias do Norte

Carros abandonados são retirados da frente da delegacia de Montanha, após pedido de Bruno Lamas

Uma reinvindicação antiga dos moradores de Montanha foi atendida hoje (22) por meio de uma indicação do deputado estadual Bruno Lamas (PSB), após decisão do governador Renato Casagrande, do mesmo partido: a retirada de carros e sucatas abandonados que ocupavam há anos parte do passeio da delegacia de Polícia Civil do município.

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Os moradores do entorno temiam surtos de dengue, dentre outras doenças, com acúmulo de água parada, ratos e insetos.

O anúncio da retirada foi feito pelo prefeito da cidade, André Sampaio, também do PSB, que acompanhou de perto a retirada dos veículos. Ele fez questão de agradecer, em vídeo gravado em frente à delegacia e ao lado do delegado Leonardo Ávila, o empenho do governador e de Bruno, no atendimento de uma demanda tão importante para a população de Montanha.

“Quero agradecer o governador Casagrande, o secretário Ramalho (secretário da Segurança, Alexandre Ramalho) e nosso deputado estadual Bruno Lamas, que tanto se empenhou nesta demanda. De degrau em degrau, vamos organizando a cidade”, declarou André Sampaio.

REFORMA

Segundo o prefeito, o Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER) começa os estudos amanhã (23) para a reforma da delegacia de Montanha.

A reforma também é uma indicação de Bruno, que encaminhou ofício ao delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, que sinalizou com a reforma. Na ocasião, enviou a Delegacia Móvel da Polícia Civil ao município para atendimento emergencial.

“As condições físicas do prédio onde funciona a delegacia, com diversas infiltrações, impedem a realização do melhor trabalho, colocando em risco a vida de policiais e moradores que frequentam o local. É preciso dar condições e estrutura física condizentes!”, cobrou Bruno.

A ausência de viaturas suficientes também levou o parlamentar a pedir caminhonetes para delegacia, como forma de atender às necessidades de abordagem policial e alcance da criminalidade local.

Comentários
Loading...
error: O conteúdo está protegido !! Compartilhe