The news is by your side.

André Sampaio registra boletim de ocorrência para apuração de crime de falsa identidade com o uso de seu nome

André Sampaio relatou, no BO, que ainda na noite do dia 3 foi avisado de que no chat da live seu nome estava sendo usado por alguém, que mensagens postava mensagens e fazia comentários desagradáveis.

Na manhã desta segunda-feira (6), André Sampaio, ex-diretor do Ifes e pré-candidato pelo Partido Socialista Brasileiro – PSB, acompanhado de seus advogados, Arthur Sampaio e Celso Bussu, esteve na Delegacia de Polícia Civil e registrou Boletim de Ocorrência com o pedido de apuração do crime de falsa identidade e crime contra a honra, ocorrido na noite da sexta-feira (3), durante a realização da live do IV Festival da Carne de Sol de Montanha, realizado pelo município.

Delegacia de Montanha/Arquivo     Fonte e Foto: Tribunacapixaba.com.br

André Sampaio relatou, no BO, que ainda na noite do dia 3 foi avisado de que no chat da live seu nome estava sendo usado por alguém, que mensagens postava mensagens e fazia comentários desagradáveis.

André Sampaio relatou, no BO, que ainda na noite do dia 3 foi avisado de que no chat da live seu nome estava sendo usado por alguém, que mensagens postava mensagens e fazia comentários desagradáveis.

André afirma que o fato de tomar providências para que seja identificado o autor dos crimes contidos nesta ação, é para se chegar ao esclarecimento dos fatos e para que fique claro, que a internet é um espaço que deve ser usado com a mesma responsabilidade que deve pautar a conduta de todos no mundo físico. E, que este foi o motivo que o levou a tornar pública uma nota de esclarecimento em suas redes sociais.

Sampaio diz que ao buscar a identificação da pessoa que praticou tal ato criminoso, é para ele uma responsabilidade da qual não pode fugir. “Não posso me silenciar diante da produção de Fake News, seja com o uso do nome André Sampaio, seja com o nome de qualquer outro cidadão. Este ato é, em si mesmo, inaceitável”, disse André, que defende ainda que o comportamento de pessoas que se aproveitam do “falso anonimato” da internet para agirem infringindo as leis com fins obscuros, tem que ser punido com as formas da lei.

O fato teve repercussão, e embora reconhecendo a importância da live como uma reinvenção do já tradicional “Festival de Forró e da Carne de Sol”, e o esforço da administração e dos patrocinadores para manter viva a cultura do município e fomentar a economia local neste momento de crise, instituições de representação como a CDL – Câmara dos Dirigentes Lojistas, STR – Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a APENC – Associação dos Produtores de Carne de Sol do Vale Itaúnas publicaram nota de repúdio, na qual mostram indignação e repudiam a prática de Fake News e pedem apuração de tal ato.

Segue Nota de Repúdio

 

André Sampaio registra boletim de ocorrência para apuração de crime de falsa identidade com o uso de seu nome 3

você pode gostar também
Comentários
Loading...